Regulamentação da Capoeira

Mestre Mendonça se dedicava já há algum tempo em suas pesquisas, realizando torneios, visitas em locais onde se praticava capoeira e troca de informações com esses instrutores ou Mestres com a ajuda de Djalma Bandeira, para poder elaborar o seu texto de anteprojeto que estava escrevendo como representante do Estado da Guanabara para ser enviado ao Departamento de Capoeiragem da Confederação Brasileira de Pugilismo. Bogado aproveitava esse contato para colher informações e expandir seu conhecimento sobre a capoeira. Nesta época Mendonça já tinha formulado “não oficialmente” o que seria a graduação de cordel e um modelo de uniforme, e já começava a introduzir o uso aos seus alunos.

O ano de 1972 veio para fortalecer o grupo e reafirmar a dedicação de Bogado com a capoeira e o estudo sobre ela. O contato com vários capoeiristas do estado e de fora dele já era rotina em sua vida. Ele realizava e/ou participava de muitas apresentações de capoeira para ajudar a divulgar e desmistificar a visão marginalizada que era um estigma para essa arte. Ajudando assim a introduzir a capoeira em várias cidades.

Em 26 de dezembro de 1972, o anteprojeto de Mestre Mendonça foi homologado pelo Conselho Nacional de Desporto e Ministério de Educação e Cultura (CND-MEC) e se tornou o Regulamento Técnico da Capoeira (RTC), passando a vigorar a partir de 01 de janeiro de 1973.

Assim, a partir de 1973 que de fato a prática da capoeira foi liberada livremente para todo o território nacional, permitindo registrar oficialmente, pelo que hoje é conhecido como CNPJ, os grupos de capoeira e também a formação de associações, ligas, federações e confederações de capoeira.

Com a possibilidade de agora registrar oficialmente o grupo, Bogado começou a rascunhar o que viria a ser um dos primeiros Estatutos de Capoeira do Mundo, com regras, direitos e deveres dos capoeiristas associados que ali iriam se juntar.

A Associação de Capoeira Barravento foi fundada oficialmente em 27 de outubro de 1973, sendo 1 das 3 primeiras do mundo a obter esse registro.

A Confederação Brasileira de Pugilismo permitiu que suas Federações emitisse o registro oficial de Mestre de Capoeira em território nacional. Assim, sob consulta dos Mestres mais antigos já reconhecidos dentro das rodas de capoeira de cada estado, foram listados aqueles que receberiam o registro oficial para comprovar tal título e outros nomes que por eles já eram considerados Mestres.

Evaldo Bogado de Almeida faz parte da lista dos primeiros Mestres de Capoeira a receberem esse título pela Federação Carioca de Pugilismo em 1973.

« Página anterior      Próxima página »