Alcino Oliveira Bemvindo, nascido em 25 de junho de 1952, natural do Espírito Santo. Começou a praticar judô aos 2 anos de idade, em seguida jiu-jítsu e posteriormente capoeira.

Nos anos 60 começou a praticar corrida, tendo participado de muitas corridas rústicas já nos anos 70, inclusive a Internacional de São Silvestre. Contou com mais de cinco mil participações em corridas durante a sua vida.

Profundo conhecedor de historia do Brasil e do mundo, sendo convidada para diversas palestras em universidades (UFRJ, UERJ, Estácio), chegando a ganhar diploma zumbi dos palmares no palácio Guanabara.

Consagrou-se com o nome de capoeira “Dentinho”. Ganhou o campeonato de capoeira em 1ª Lugar Individual e em Equipe em 1973. Ficou em 3ª Lugar no Festival de Toque e Chula do Rio de Janeiro 1975.

Fundador dos grupos.
- Grupo de Capoeira Auê (Rio de Janeiro e Itália)
- Grupo de Capoeira Cinamar (São Paulo e EUA)

Conquistou o Brasil e o mundo com a sua capoeira estilo Angola da Penha (Penha, bairro onde morava no Rio de Janeiro) desenvolvida por ele mesmo, um estilo de reconhecimento inigualável e incopiável de jogar capoeira; uma capoeira destemida jogada de forma alegre na qual dispensa inserir comentários sobre a modalidade de luta. Foi um autêntico e verdadeiro capoeirista; não deixava o adversário saber o que o mesmo ia fazer.

Jogando em cima e em baixo, parecia uma bola girando com rapidez, quase imperceptível. Usava da malandragem, da malícia e malabarismo para bater e se defender, nunca parava num só lugar, não dava muito espaço para o capoeira pensar, só gingava quando necessário e usava o bailado para golpear e improvisar as sequências dentro dos fundamentos.

Possuía um fôlego invejável, jogava sem parar, treinava ate a exaustão, quase nunca vista.

Ele era profundo conhecedor na arte da capoeira, a capoeiragem Mestre Dentinho.

Viva a meu mestre.

"Não fiquei rico, mas enriquece muita gente com a minha arte" – Mestre Dentinho

Biografia do Mestre Dentinho
por Alcino Vieira Bemvido
Contra Mestre Cobra